Friday, February 10, 2017

6 Princípios para alcançar o sucesso no mundo da arte

Você já se sentiu frustrado pelo fato de que você está criando a melhor obra de arte da sua vida, mas está vendendo como deveria? Você sente como se você estivesse em um beco sem saída e seus esforços  para vender não dão o resultado esperado?
 Bem se você se sente assim, você não está sozinho.  Muitos artistas se encontram neste ponto. Tem uma arte de qualidade, mas não consegue emplacar vendas consistentes, por que simplesmente não sabe como fazer.  Segundo  Jason Horejs*,  existem alguns princípios básicos que, quando aplicados, ajudam a impulsionar a carreira de um artista.
Para entender quais são esses princípios, é necessário fazer uma  pequena de avaliação do seu trabalho, respondendo as seguintes perguntas:

1.       Qual o nível de seu trabalho e apresentação aos olhos do colecionador?
Compradores de arte são seletivos. Antes de levar  uma obra de arte para casa ou escritório, os colecionadores costumam estudar cuidadosamente o trabalho do artista para se certificar que a peça possui a melhor qualidade possível.  Segundo  Jason Horejs, os colecionadores de arte desenvolvem uma espécie de sexto sentido sobre a qualidade da obra de arte desejada. Você tem certeza que está usando o melhor material que resistirá ao teste do tempo e que permite a melhor expressão de sua arte? 
2.       Seu trabalho é consistente?
Embora seja fundamental que você continue a evoluir, para que seu trabalho não fique obsoleto, também é importante criar um estilo que seja facilmente reconhecível por potenciais compradores. Criando um fio condutor em seu trabalho, você demonstra coesão. Quando um trabalho artístico é apresentado, seis  áreas são avaliadas para identificar a coesão do artista:  
  • assunto
  • estilo 
  • tema
  • paleta 
  • meio
  • apresentação.

Se você é consistente em 3 a 4 destas 6 áreas, pode ter a certeza que seu trabalho é coeso o suficiente para ser apresentado a colecionadores e galerias. 
3.       Seu trabalho é avaliado corretamente?
Avaliar o seu trabalho de forma eficaz é um dos maiores desafios que você pode enfrentar para aumentar suas vendas. Muitos artistas simplesmente subestimam o seu trabalho  mas, obter preços corretos necessita muito mais do que simplesmente chutar um preço para o seu trabalho. É fundamental que você faça uma pesquisa de mercado intensiva para determinar como seus concorrentes estão fixando o preço de próprio trabalho para que você possa precificar suas obras sistematicamente e com confiança. 
4.       Você tem um portfólio digital bem desenhado?
Seu portfólio é sua única e mais importante ferramenta para mostrar aos proprietários de galeria e futuros colecionadores. Nos últimos cinco anos, ocorreu uma revolução no modo como as carteiras e portfólios são reunidos e compartilhados. Quase todos os melhores portfólios agora apresentados, são cronstruídos digitalmente. Embora ainda haja espaço para um portfólio físico, o desenvolvimento de um portfólio digital, sem dúvida, lhe dará uma incrível flexibilidade ao apresentar seu trabalho. Sua carteira deve ter mais ou menos 20 a 25 dos seus trabalhos mais consistentes e poderosos. 
5.       Você está mirando as galerias e os colecionadores  adequados ao seu estilo de arte?
Vendas de arte é um jogo de números. A fim de alcançar os colecionadores que são mais propensos a comprar o seu trabalho artístico, você precisa expor seu trabalho para o maior número possível de potenciais compradores. Ao mesmo tempo, você também precisa procurar locais que atendam a compradores que são mais susceptíveis ao seu trabalho. É imprescindível que você elabore uma lista de potenciais galerias para se aproximar. Comece pesquisando as galerias on-line e compile aquelas que  se ajustem  melhor ao seu estilo e categoria artística.  Uma lista elaborada com estes critérios  permitirá que você eficiente e sistematicamente coloque seu portfólio nas mãos certas.

6.       Você está se aproximando das galerias de forma eficaz?
Em primeiro lugar a melhor abordagem é pessoal, mas é recomendável aproximar das galerias de forma profissional e confiante. Com certeza um portfólio bem feito encoraja o artista a enfrentar as questões apresentadas pelos galeristas. Aproximar das  galerias pode ser um processo delicado, mas uma vez que você entende quais são seus objetivos , você verá que   aproximar-se das galerias é estimulante e pode impulsionar  sua carreira artística, incrementando suas vendas.
Respostas positivas a estas questões são os primeiros passos para realizar seu sonho artístico.

Artigo compilado do site:  http://reddotblog.com/

* Jason Horegs é dono da Galeria Xanadu em Scottsdale, Arizona, e dedicou sua carreira profissional    para compreender o que é preciso para os artistas para reforçar as suas vendas e alcançar o sucesso      a longo prazo.

No comments:

Post a Comment